Loading...

Respeitem Fernanda Montenegro

Por Nathália Oliveira*

Fernanda tem o mesmo nome de batismo que minha mãe: Arlete.

Digo isso como uma curiosidade, porque nem eu, nem nenhum brasileiro, precisamos de uma coincidência para se sentir familiarizado com Fernanda.

Fernanda é o rosto, a voz e o nome de uma alma brasileira que representa o exato oposto do nacionalismo delirante que hoje ocupa os cargos de poder no país. Fernanda é a imagem sublime que se opõe à barbárie.

E justamente por ser tanta potência, Fernanda é o novo alvo dessa gente irrelevante que só encontra notoriedade ao atacar de forma covarde as potências do Brasil de carne e osso. É só escandalizando com o nível mais baixo de declarações que os ditos “nacionalistas” conseguem ter seus nomes lembrados. Ao passo que Fernanda, a cada ano que passa, crava mais fundo o seu nome na história brasileira. No meu coração, ela tem não só um, mas seus dois nomes gravados de forma permanente, inapagável.

Não é necessário que ninguém enumere os méritos da carreira da Fernanda para que todos saibam a sua importância para este país. Reiterando o que disse antes: Fernanda é o alvo da vez porque esta é a forma que a “nova política” encontrou de ser reconhecida: atacando quem é importante de verdade. Então, a única mensagem deste texto, que é mais uma forma de descarregar a raiva do que qualquer outra coisa, é dizer que a tática de vocês não vai funcionar (ela sequer é original, né? Até nisso copiam os norte-americanos), e ensinar algo que vocês deveriam ter aprendido com suas mães (assim como aprendi com a Arlete): TENHAM MODOS. RESPEITEM FERNANDA MONTENEGRO. Como neste texto, o nome dela irá ecoar muitas e muitas vezes ao longo da História e os de vocês, também como neste texto, não serão sequer mencionados.

Nathália Oliveira vive de contar histórias e é a criadora deste projeto.

2019-09-24T13:17:43-03:00