Andréia

Há alguns anos, a Andréia achava que o feminismo já tinha alcançado quase todas as conquistas necessárias. Hoje, ela percebe que ainda temos um longo caminho para percorrer e que a luta do dia a dia se faz ainda mais necessária.

Na família da Andréia, mulheres são maioria. E a visão que ela construiu sobre a importância da união feminina e da busca de cada uma por suas conquistas individuais vem dessa criação. Como em muitas famílias brasileiras, sua avó e todas as suas tias-avós sofreram violência doméstica por parte dos maridos. Era uma realidade sabida pela família e, infelizmente na época, considerada algo “normal”.

A Andréia foi mãe aos 22 anos. Para ela, a maternidade foi um susto. Mas um susto que ela abraçou sem pensar duas vezes e que se tornou uma de suas maiores alegrias.

Dentre suas conquistas, a Andréia celebra ter alcançado um estado de paz com suas próprias escolhas e de harmonia entre seu lado pessoal e profissional.

Para ela, mulher poderosa é aquela que encara de frente suas verdades e fragilidades.

Andréia é uma feminista destemida.

2019-04-26T00:08:11-03:00