Carmen e Manuela

Quando fez 30 anos, a Carmen decidiu engravidar. Mas a Manuela ainda ia demorar 4 anos para chegar.

O grande desejo de ser mãe também gerava medo. Medo do parto, medo de fazer algo errado… Mas a chegada da Manu mostrou que ela era muito mais corajosa do que pensava.

A Manuela nasceu um ano depois que Carmen começou a fazer exames para entender o porquê de ainda não ter engravidado. Ela chegou a pensar que não conseguiria ser mãe.

Quando descobriu que finalmente estava grávida, pôde viver a maior alegria da sua vida até ali. Mas do meio para o fim da gestação, a Carmen teve descolamento de placenta. E, logo depois, começou a perder líquido e a Manu já não estava crescendo como deveria.

A Manu nasceu de 36 semanas com menos de 2kg. Nos primeiros 15 dias de vida, ela teve que ficar na UTI, ganhando peso. Foram 15 despedidas brutais.

Mas o lugar marcado por despedidas também teve um grande primeiro encontro. Foi dentro da UTI, na primeira amamentação, que a Carmen realmente se sentiu mãe.

A Manuela chegou nesse mundo encarando o desafio de batalhar para estar nele.

A Carmen chegou à maternidade aprendendo que é capaz de enfrentar qualquer batalha.

Carmen e Manuela são feministas que provam que a força feminina é algo que nasce com a gente.

2019-04-26T00:10:59-03:00