Elis

Elis é uma professora que acredita que a formação de quem ensina não acaba nunca. Por isso, e também por sua curiosidade, ela se lançou em uma viagem pelo Brasil para conhecer espaços alternativos de ensino primário. Saiu do Rio, foi para o interior de Minas Gerais e depois pelo litoral até a Bahia com seu projeto Roda Mundo.

De todos os espaços que visitou, o que mais chamou a atenção foi o CPCD, em Minas. Lá, ela conheceu a Pedagogia da Roda, que consiste em entender a roda de crianças como uma forma de horizontalizar as relações e potencializar os indivíduos através do coletivo. Uma dinâmica que a gente deveria levar para além do espaço da escola, né?

Sobre o papel feminino dentro do mercado em que atua, a Elis é realista: a educação infantil é dominada por mulheres, mas não de uma forma empoderada. Ser a “tia”ou a “professorinha” é visto como uma função de menor valor. E por isso, é claro, o valor propriamente dito, dos salários e das condições de trabalho, também é pequeno.

Apesar desses obstáculos, ou justamente por causa deles, não existe espaço para o desânimo. A Elis acredita que ser uma mulher poderosa é exercer resistência e que em tempos difíceis, a micropolítica é a melhor via para isso. E esse foi o caminho que ela escolheu.

Elis é uma feminista guiada pelo amor em formar pessoas.

2019-06-11T14:38:18-03:00