Karin

Quando criança, a Karin queria ser bióloga e ativista do Greenpeace para salvar baleias. Acabou se tornando atriz e produtora cultural.

Mas, em 2014, entrou em contato com o movimento do desperdício zero*, e decidiu que queria fazer parte. “Na mesma hora fez sentido para mim”. Especialmente porque, um pouco depois, ela saiu de uma relação em que se sentiu “descartada como um lixo”, e que desencadeou uma depressão.

Incentivada por sua mãe, desde sempre, a pensar e fazer por conta própria, em 2015, ela passou a ler muito sobre o assunto e levar o desperdício zero para sua vida. E em 2016, decidiu compartilhar sua experiência, criando o blog Por Favor Menos Lixo, que tem como foco estimular o consumo consciente. “Quero mostrar para as pessoas que a gente consegue, que dá para fazer”.

Assim, a Karin adulta e artista reencontrou a criança que queria salvar baleias e se tornou uma ativista de questionamento.

E não só ganhou consciência ambiental, como também autoconhecimento. “Eu me redescobri, eu me entendi como indivíduo no mundo”.

A Karin considera sua maior conquista ter entendido e assumido três princípios fundamentais para sua vida: ética, coerência e humildade. “Quero ser honesta com as pessoas que estão me seguindo, comigo e com os outros”.

Descendente de alemães, a Karin usa a Alemanha como referência não só em aspectos ambientais. Ela conta que a palavra alemã “match” é o substantivo de fazer e também de poder. E “match” é uma palavra feminina. É “a” poder.

Para ela, fazer é poder.

A Karin é uma feminista que faz.

*Desperdício zero (Zero waste) significa reduzir ao máximo o impacto do seu consumo, gerando a menor quantidade de lixo possível, não jogando nada em uma lixeira comum, impedindo o envio para um lixão ou aterro sanitário e reutilizando e/ou reciclando tudo que for possível.

2019-04-26T00:10:23-03:00