Tatiana

Dra. Tatiana é a favor da legalização do aborto.

Seu trabalho na equipe de coordenação de maternidades do município dá a ela o conhecimento de causa para esclarecer muitas questões sobre o tema da saúde da mulher e da criança.

A Pesquisa Nacional do Aborto apresentou os números: a cada um minuto uma mulher faz aborto no Brasil. E a visão da Tatiana é objetiva: se existe essa demanda, o Estado precisa se posicionar a respeito para que as vidas das mulheres sejam respeitadas e protegidas.

Além disso, precisamos enxergar o problema desde a sua origem. Para ela, o que impede a legalização é o mesmo motivo que faz com que muitas mulheres sejam coagidas a praticar sexo sem proteção e sejam abandonadas ao se verem numa gravidez indesejada: o machismo.

E a violência contra a mulher alcança não só os casos de gestação interrompida, mas também a hora do parto: A violência obstétrica é um assunto que precisa urgentemente entrar nas rodas de discussões.

Tatiana é mãe de menina e menino (hoje já bem crescidos) e, para ela, essa é uma grande responsabilidade. Na hora de educar os filhos, é preciso ser vigilante para não cair nos ensinamentos machistas a que fomos submetidas a vida toda. É um exercício diário de educa-los e se educar ao mesmo tempo.

Sua maior conquista foi a conciliação da maternidade (e todos os seus lindos momentos como o parto normal e a amamentação) com a profissão. Unir essas duas coisas que, sendo da área em que atua, estão tão conectadas, é uma realização repleta de significados.

Tatiana é uma feminista que protege as vidas de todas nós.

2019-04-26T00:36:56-03:00