Fotógrafa: Odila Coelho Braga

Fotógrafa: Odila Coelho Braga

Marília

NOVOS OLHARES: LISBOA

Quando o assunto é machismo a Marília é categórica: “eu parto do princípio de que todo homem é machista”. Cuidadosa com a linguagem, ela não diz o mesmo sobre as mulheres. “A vítima não pode ser o próprio opressor. Mulheres não são machistas, reproduzem o machismo ensinado a elas pela sociedade”.

E não importa em que sociedade. A Marília percebe o mesmo machismo que sempre vivenciou no Brasil presente em Portugal, onde mora há quase 1 ano.

Ter se mudado para Lisboa foi um movimento de autocuidado. A cidade do Rio de Janeiro já não fazia bem. Seus últimos anos lá foram marcados por algumas crises de saúde. Seu corpo precisava tomar distância da agitação da capital carioca.

A relação da Marília com o próprio corpo tem tudo a ver com sua relação com o feminismo. Para ela, a autoestima é um conceito chave para entender e fazer parte do movimento de mulheres.

Marília é uma feminista que aprendeu que cuidar de si mesma também é um grande poder.

2019-05-28T16:20:10-03:00